Final .

  TCE - Tratado Cosmológico Espacial

24/11/13

A  INTUIÇÃO

 

Não existe nenhum caminho lógico para as descobertas das leis elementares do Universo - o único caminho é o da intuição

Albert Einstein

    É no espírito observador, associado a uma infinita curiosidade, que certamente reside o progresso das ciências. Porém, de nada vale "olhar" se não "enxergar"... Os olhos mais sábios, com certeza, são os da 'intuição'.

    A 'intuição' normalmente só é percebida quando estamos conectados com o tema em questão e com um desejo sincero de compreendê-lo.

    Muitas vezes não damos "ouvidos" a uma mensagem espontânea que nos vem à mente por não estarmos preparados para ela... E... passa despercebida.

     

    Segundo Einstein:

    Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela

    O pensar "noventa e nove" vezes é tão importante como o "não pensar", pois criará uma base de sustentação de dados, onde a ‘intuição' será ressonante com algum pensamento que a identifique rapidamente.

    Realmente, quando queremos de fato entender algum fenômeno da natureza, podemos ficar meses e meses "matutando"... De repente, quando menos esperamos, vem o entendimento claro e consistente... Eis a manifestação inteligente do inconsciente.

    Tem-se que preparar o terreno da percepção, ‘ficar aberto' para receber e compreender uma verdade, mesmo vinda por intuição interna e espontânea.

    Ainda segundo Einstein:

    O mecanismo do descobrimento não é lógico e intelectual - é uma iluminação subitânea, quase um êxtase. Em seguida, é certa, a inteligência analisa e a experiência confirma a intuição. Além disso, há uma conexão com a imaginação.

     

    Para completar essa linha de raciocínio, pode-se continuar com outros pensamentos do gênio antecessor:

    A mente avança até o ponto onde pode chegar; mas depois passa para uma dimensão superior, sem saber como lá chegou. Todas as grandes descobertas realizaram esse salto ”.

    E, complementa:

    A imaginação é mais importante do que o conhecimento

    ***

    Veja a seguir, a história do misterioso José Polincógnito...

    .

    < ARTIGOS >